Please assign a menu to the primary menu location under menu

Estilo de VidaOrganização

Organizando a sua vida financeira…

Imagem 5

A viagem dos sonhos, a festa do casamento, um eletrônico, uma roupa nova… não importa qual seja o seu objetivo, é fundamental se planejar para alcançá-lo. Sem estratégia e sem organização dificilmente é possível realizar um sonho que dependa de dinheiro sem se apertar.

Por isso, nós aqui do Blog Mara separamos algumas dicas valiosas para você começar a se planejar e tirar o seu sonho do papel. Dá só uma olhada:

 

  • Comece estabelecendo os objetivos

Antes de começar a pensar em poupar é importante entender a razão pela qual você deseja planejar e poupar o seu dinheiro. Quando existe um objetivo estabelecido é mais fácil para focar e deixar de gastar com coisas desnecessárias. Por exemplo: você sonha muito em fazer uma determinada viagem, mas não vê a mínima chance nas condições atuais. Se você tiver um planejamento financeiro saberá que se for ao shopping ou a algum lugar que correrá o risco de gastar, vai lembrar do sonho maior que é a viagem e conseguirá se controlar com mais facilidade.

 

  • Defina quais são os custos fixos

Mapeie todas as despesas que você tem. Aluguel, água, luz, telefone e compras no supermercado, são contas que podem ser consideradas como fixas. Agora comece a avaliar as que não têm tanta necessidade e verifique o que você realmente precisa. E mesmo com as fixas, veja se você está usando todos os benefícios do seu plano de telefone. Se a TV a cabo realmente necessita da quantidade de canais que você tem. Se tem algum vazamento que está aumentando a conta de luz. E assim por diante. Se conseguir economizar R$ 10 em cada conta e tiver 10, no total já são R$ 100 que podem ser poupados no final do mês e R$ 1.200 por ano.

 

  • Monte uma planilha

Para conseguir se organizar monte uma planilha com todas as suas despesas, com o seu salário, quanto entrou e quanto saiu. Assim é bem mais fácil de ter o controle e conseguir avaliar a sua real situação. Se você não for o expert no Excel, pode montar em outro programa, num caderno ou em vários aplicativos disponíveis para este fim.

 

  • Não se esqueça das dívidas

Por maior que seja, o fato de você evitá-las não vai fazer com que elas sumam por completo. O negócio é encarar de uma vez por todas que elas existem. A dica é: pague a que tem o menor valor até a que tem maior valor. Isso vai fazer com que você tenha a sensação que está saindo do lugar. Já as maiores, tente negociar. Para as empresas é sempre melhor você pagar, do que ficar devendo, portanto não tenha vergonha de ligar, de fazer proposta e até tentar pagar bem menos à vista.

 

  • Pague na data correta

A maior parte das dívidas que não são pagas na data combinada, possui juros que independentes de altos ou não, é um valor que você poderia poupar para atingir o seu objetivo. Portanto, coloque o seu celular para despertar, um aviso no e-mail ou alguma outra forma de lembrar. Você vai evitar desperdício de dinheiro e ainda ganha credibilidade com as empresas que forem avaliar seu histórico de pagamento.

 

  • Pague à vista

As empresas geralmente oferecem descontos significativos para quem paga à vista. Se não pode comprar agora, tente poupar o dinheiro até conseguir comprar sem precisar parcelar. Os juros dos cartões de créditos geralmente são altíssimos, então use apenas nas situações de emergência.

A mesma coisa vale para os financiamentos. No final você acaba pagando duas a três vezes mais do que o valor inicial. Se não for possível pagar o valor à vista, tente juntar o máximo possível para a entrada inicial.

 

  • Negocie

A dica é: pesquise e compare preços. Na internet existem vários buscadores que já mapeiam os valores de várias lojas e te entrega o serviço pronto. Evite comprar na primeira loja que vem, já que os preços podem variar bastante.

 

  • Faça as contas por ano

Na hora de contratar um determinado serviço verifique quanto ele custa por ano. Se você for contratar um serviço de kit de beleza mensal, daqueles que te enviam uma caixa com as novidades e ele custar R$ 70 por mês, por ano você investiu R$ 840. Se esta não for a sua prioridade, evite esses gastos desnecessários.

  • Conserte

Com a facilidade do mundo atual, é comum que a gente se desfaça dos objetos que não estão mais funcionando e compre novos. Mas experimente consertar. Trocar a sola de um sapato, ajustar uma roupa que não está servindo bem ou levar um eletrônico para a assistência. O custo pode ser muito menor: o seu bolso e o meio ambiente também agradecem!

 

  • Evite o desperdício

Por menor que seja, qualquer desperdício é ruim para a sustentabilidade e para o nosso planejamento. Algumas frutas que não foram consumidas e nos custaram R$ 12 por mês, já representam R$ 120 em alimentos que foram para o lixo e R$ 120 a menos no nosso bolso.

 

  • Invista

Essa é uma dica importante para você alcançar seus objetivos. Apesar de parecer um assunto difícil, mas é muito mais fácil do que você possa imaginar. Existem investimentos que podem ser feitos com R$ 30 no Tesouro Direto, que no final das contas possui um rendimento maior que o da poupança e você pode retirar a qualquer momento.

Existem alguns canais no Youtube que dão dicas valiosas para quem quer alcançar seus objetivos investindo da forma correta, com pouco e tendo resultados positivos. O Me Poupe e o Primo Rico, são ótimas referências e podem te ajudar bastante.

 

E você? Qual dica vai começar a colocar em prática ainda hoje?

Leave a Comment